Como funciona o Uber Eats? Entenda o aplicativo



O Uber Eats é um dos aplicativos de entrega de alimentos mais utilizados no Brasil atualmente. Por conta de sua popularidade, muitas pessoas tem se interessado em trabalhar como entregador Uber Eats.

Uma das principais vantagens da plataforma é que basicamente qualquer pessoa pode trabalhar fazendo entregas pelo app, pois são poucos os requisitos feitos pela empresa. Por outro lado, diferente de restaurantes que contratam entregadores, não há vínculo empregatício para quem trabalha pela plataforma.

Apesar das desvantagens de não ter vínculo, isso faz com que os trabalhadores tenham maior autonomia em sua função. Cada entregador trabalha quando e por quanto tempo achar mais conveniente. Entretanto, os ganhos são condizentes com o tempo trabalhado: quanto mais entregas forem feitas, mais dinheiro se recebe.

O valor ganho por entrega é definido de acordo com a soma dos valores referentes a retirada do pedido, realização da entrega, e cálculo por km rodado.

No Uber Eats, as entregas podem ser feitas de carro, moto ou bicicleta, sendo que cada entregador deve usar seu próprio veículo ou locá-lo por conta própria. Para quem for trabalhar com carro ou moto, uma das poucas exigências que a empresa fazer é possuir uma CNH com EAR (Exerce Atividade Remunerada).

Mas se as entregas forem feitas em um raio pequeno de distância, é mais lucrativo realizá-las de bicicleta. Afinal, as bikes têm custos menores de manutenção e dispensam gastos com combustível, por exemplo.

Independentemente dos veículos que forem usar, os interessados em trabalhar com o Uber Eats devem fazer cadastro diretamente no aplicativo Uber Partner ou no site da empresa

Apesar de não haver vínculo empregatício com a Uber, uma das vantagens para os entregadores do aplicativo é o direito a seguro. Trata-se de um seguro para casos de morte acidental, invalidez, e que cobre custos médicos, e diárias por incapacidade temporária causada por acidente de serviço.



Comentários